A crise econômica afeta indústria japonesa de games

Console da Nintendo teve uma considerável queda em 2009

A crise econômica mundial, que assolou o mundo em 2009, afetou o mercado japonês de videogame. Numa época que a indústria do entretenimento eletrônico está em franco crescimento, é quase inaceitável essa realidade. Entretanto, segundo uma pesquisa divulgada pela empresa Enterbrain, os negócios envolvendo videogames nas terras nipônicas encolheram 7%.

Mesmo com essa queda, a indústria japonesa arrecadou cerca de 542 bilhões de ienes e o DS foi o console mais vendido, com 4 milhões de unidades comercializadas. Pode parecer estranho se compararmos com a realidade brasileira, contudo, um sinal amarelo brotou na cabeça dos desenvolvedores japoneses.

A Nintendo já sentiu essa realidade e está para registrar um declínio de 23% no lucro total no ano fiscal de 2009. Essa estimativa foi gerada pela queda nas vendas do Wii ocorrida no primeiro semestre. Vale lembrar que, mesmo com esse índice abaixo do esperado, a empresa obterá um lucro superior a 230 bilhões de ienes e o console, desde o seu lançamento, já vendeu mais de 59 milhões de unidades em todo o mundo.

Outro dado relevante para esse momento é o anúncio da Microsoft, afirmando que o Xbox 360 ultrapassou a marca de 39 milhões de unidades vendidas. O maior trunfo da empresa americana é a inserção desses aparelhos no serviço Xbox live que conta, hoje, com cerca de 20 milhões de usuários.

A Sony, por sua vez, está muito otimista com o novo modelo Slim e com os títulos de 2010. God of War 3 e Gran turismo 5 são dois nomes de peso que, certamente, elevarão o número de consoles vendidos no Japão e no resto do mundo. Por mais que a crise deixe todos ressabiados, temos que enxergar que o mercado mundial de games está em crescimento.

O lado oriental pode estar sofrendo com o excesso de lançamentos e uma retraída, nesse caso, é natural. Apesar de alguns pessimistas afirmarem que essa será a nova realidade mundial (a diminuição das vendas dos jogos e consoles), a solução pode estar mais ligada aos periféricos do que ao aparelho em si. Vejamos o caso do Project Natal que foi anunciado para novembro. Provavelmente alavancará as vendas do 360 durante todo o ano, pois o acessório é  revolucionário e focado para o jogador casual.

A verdadeira saída está nas boas ideias. A conectividade é outro passo importante e as empresas investirão nas suas redes online.  A crise econômica não pode ser a desculpa das desenvolvedoras para 2010. Um leque profundo de opções está aberto e identificar qual o mais favorável é a missão de cada uma das empresas, que apostam no videogame como forma de entretenimento. Vamos torcer para que EA, Valve, Square e tantas outras, estejam de olho nas novidades para que esse ano não seja lembrado como o declínio da indústria dos games.

Anúncios

2 Respostas

  1. […] mercado ainda poderá melhorar muito para a Sony com os lançamentos que estão engatilhados. Como falei no post sobre o mercado japonês, God Of War 3 e Gran Turismo 5 elevarão a procura por essa plataforma. Segue abaixo a lista e o […]

  2. […] mercado ainda poderá melhorar muito para a Sony com os lançamentos que estão engatilhados. Como falei no post sobre o mercado japonês, God Of War 3 e Gran Turismo 5 elevarão a procura por essa plataforma. Segue abaixo a lista e o […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: