Kinect, E3 e o futuro dos controles nos videogames

Logo após tudo o que vi na E3, pensei: O que mais me chamou a atenção? Alguns dias antes do evento afirmei para o Checkpoint, que esperava algo inovador da Microsoft.

Muito se falava sobre o controle de movimento, batizado de Kinect, e os jogos que o acompanhariam. O lançamento de um console Xbox 360 Slim era outro ponto relevante.

Não que a Nintendo e a Sony deixariam de  apresentar novidades, mas foquei minha atenção, diretamente, na lista da gigante americana.

Depois de algum tempo acompanhando a indústria dos games, certas ‘novidades’ não causam tanto impacto. Todavia, quando vi o Kinect funcionando pela primeira vez tomei um susto. Logo após a apresentação majestosa da empresa, o game Your Shape Fitness, da Ubisoft, foi uma agradável surpresa. Não que o sistema seja algo inovador, contudo, ao verificar o potencial de programação, entendo que esse pressuposto será a forma escolhida para os jogos futuramente.

Certamente, não será uma transposição aceita logo na próxima geração. A identificação com o controle tradicional é algo marcante. Desde a concepção inicial dos consoles, a aproximação do gamer com o jogo é concebida através da forma como os comandos são pensados e inseridos na jogabilidade. A disposição dos botões e a precisão das ações são tão fundamentais quanto a narrativa. Porém, existe uma série de possibilidades interessantes, que temos que levar em consideração.

A identificação de todo o ambiente pode ser elevado a um novo patamar. Acho que o Kinect (ou o seu sucessor) poderá incorporar o ambiente na trama do jogo. Transpor em detalhes as pessoas e os objetos, e usá-los no contexto da história pode ser uma das alternativas. Estamos, sim, entrando num outro contexto de jogabilidade e imersão do jogador. Em contrapartida, achei que a quantidade de jogos para essa plataforma foi menor do que o esperado. E com relação aos jogos Harcdore, sim, um fiasco.

Em em entrevista ao site CVG, Mike Hayes, presidente da SEGA Oesta, afirma: “Os kits de produção que temos para trabalhar foram melhorados de forma exponencial desde que os temos. Penso que na E3 do próximo ano, serão usadas mais funcionalidades do Kinect pelos produtores”, ou seja, o tempo de produção com esses ‘Kits’ foi curto.

Hayes comenta que a Sega pretende usar esse controle de forma diferenciada: “Nós queremos fazer as coisas mais inteligentes  – criar formas originais de usá-lo, ao invés de apenas ter ideias já existentes e fazer a mesma coisa. Dito isto, é claro, com o sucesso que nós tivemos com o Wii, há uma série de jogos de movimento que gostaríamos de reinventar para o Move e Kinect”.

Com esse pensamento em riste é fácil acreditar no sucesso dessa iniciativa. Acredito que as outras produtoras pensam dessa forma. Afinal, as três concorrentes estão apostando alto nesse quesito. Seja com o Wii, com o Move ou com o Kinect, o que o gamer precisa é de diversão. Acredito que, nessa linha de raciocínio, todas as empresas se destacam.

Observação 1- O Xbox Slim é muito bonito. Dizem que está livre das 3RL (luzes da morte), mas, só vendo para crer.

Observação 2- O Nintendo 3Ds deve, mesmo como seu alto preço, revolucionar o mercado de portáteis. Quero conhecer esse aparelho de perto, pois como a própria Nintendo afirmou, é impossível verificar sua funcionalidade 3D por vídeo. Mas ninguém rouba a cena da Microsoft a tôa… Confesso, estou ansioso.

Anúncios

3 Respostas

  1. Também estou muito empolgado com as possibilidades do Kinect, e também acredito que as idéias e formas de se utilizá-los ainda tem muito o que amadurecer. Porém, alguns conceitos já são possíveis serem vistos hoje. Acredito que o lado diversão será deixado um pouco de lado para se misturar a um outro conceito: aprendizado.

    Imagine você jogar um jogo de dança ao mesmo tempo em que aprende a dançar. Por que não? fiz um tópico no checkpoint sobre isso ( http://blogs.ezoneonline.com.br/checkpoint/artigo… )

    Além disso, jogar um jogo com o seu corpo pode não ser uma grande pedida hardcore, porém, controle da interface é uma pedida sim. Comandos por voz também é algo que a tempos vem sendo estudado nos jogos e são de grande auxilio em jogos de estratégia. E tudo isso foi mostrado pela Microsoft neste evento.

  2. É, existem muitas possibilidades mesmo. Só espero que, nossos amigos das desenvolvedoras, façam tudo o que estão prometendo. Será maravilhoso não?? Já reservou dinheiro para o 3DS?? kkkk Eita negocinho caro!!!

  3. Nao vi ainda quanto estará custando o 3DS… Porém, vi rumores até 300 doláres… por ai?

    Acho que vou ter de arrumar um emprego novo. Estava juntando dinheiro desde ja para comprar Diablo 3 quando lançasse. Agora preciso urgente de dinheiro pro starcraft 2. Ai veio E3, minha namorada quer por que quer o Xbox 360 com o Kinect…. Ainda existe algum país socialista como era a antiga russia? =D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: