Pesquisa revela: as mulheres estão tomando conta dos jogos casuais


Jogar videogame é um ato extremamente masculino? A resposta para essa pergunta já foi positiva. Sim, já foi… Os tempos mudaram. Cada vez mais inserida nesse contexto gamer, as mulheres estão tomando a frente em muitos segmentos na indústria dos jogos eletrônicos. Os games casuais e com temáticas diferenciadas para a sua realidade absorvem seguidoras e constitui um novo mercado.

A pesquisa ‘Mulheres e Games do Brasil’, elaborada pela empresa Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado, entrevistou 525 mulheres e obteve, assim, resultados significativos. Segundo os dados recolhidos, as internautas brasileiras quando estão online transpõem grande parte do seu tempo jogando para se distrair.  Contudo, outros apontamentos são da mesma forma interessantes:

Continue lendo

Jogadores casuais. Sim, eles existem!


Em um universo totalmente hardcore, os jogadores assíduos de videogame recriam seu mundo virtual. A palavra casualidade, certamente, não é vocábulo integrante do seu dia a dia, e as horas a finco diante da tela é algo comum. O crescimento dessa indústria abriu as portas para um novo tipo de gamer, que como todos os outros, possuem características próprias e gosto apurado… Eis que surge o jogador casual!!!

Existem vários pontos para serem discutidos com relação à casualidade, como por exemplo, seu significado. Segundo o dicionário On line, casualidade é algo acidental, acaso. Então jogador casual é aquele que joga por acidente? Complicada essa afirmação. Jogar por acidente  é raramente por as mãos em um controle e, além do mais, torna esses jogadores pessoas que não conhecem os jogos e que pouco se importam com essa forma de entretenimento.

Continue lendo